Prefeitura de Guarulhos

CEU Paraíso recebe evento Skate Para Todos

terça-feira, 21 Março, 2017 – 11:15

Créditos: Acervo da Atleta

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer”

Foco. Determinação. Garra. Características marcantes da nadadora guarulhense Natália Amano, de 16 anos, convocada para o Campeonato Mundial Escolar de Natação que acontecerá em Budapeste, na Hungria, em abril.

“Minha meta é participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, e para isso estou vivendo uma rotina de treinamento intensa no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa em São Paulo”, declara.

Foto: Yve de Oliveira – OMG/SECEL

Precoce e talentosa, Natália começou na natação aos 6 anos, na Academia Winners, em Guarulhos. “Eu comecei a nadar muito pequenininha e daí passei a amar esse esporte. Quando fui crescendo e melhorando meu rendimento, meu técnico da Academia entrou em contato com o Corinthians, onde pude participar de grandes competições”, completa.

O Secretário-Adjunto de Esporte Iltonjorge de Assis Roque conta que uma das metas da nova gestão é revitalizar os espaços esportivos e incentivar equipes de alto rendimento me Guarulhos.

“O meu sonho é formar atletas olímpicos para renovar a esperança e o orgulho de ser um atleta guarulhense. Herdamos uma situação financeira difícil, mas vamos conseguir. Por isso eu procurei a Natalia, mostrei a Tocha olímpica do nosso atleta e diretor do Desporto Amador Wilson David, que inclusive foi o primeiro de Guarulhos a disputar uma Olímpiada, em Los Angeles. Com a determinação da Natália, com certeza ela se tornará uma referência para muitos outros jovens persistam em seus sonhos”, declara.

 

O impossível é só questão de opinião

Créditos: Acervo da Atleta

 

Campeã Paulista nos 100 metros costas pelo 6º ano consecutivo. 200 metros costas no Campeonato Brasileiro. No Multinations Youth – Limassol, em Chipre, foram 100m costas. Natália é talento e simplicidade.

Silvana Amano, mãe da atleta, conta que sua vida é de plena dedicação ao esporte.

“Nós vivemos a vida dela, a minha agenda é a dela. Quando ela saiu do Corinthians, a nossa rotina ficou mais desafiante. Diariamente levantamos cedo e vamos ao Centro Olímpico no Ibirapuera, por conta da distância muitas vezes ela se alimenta e estuda no carro, mas agora ela está muito mais feliz. O treinador é uma pessoa tão apaixonada quanto ela pela natação e isso é um grande incentivo pra nós”.

Para lidar positivamente com as competições, a atleta realiza um acompanhamento psicológico semanal, que inclui sessões de visualização positiva.

“Eu fico muito nervosa pra competir, mas o trabalho que estou fazendo com a minha psicóloga me acalmou bastante. Todas as vezes que tenho uma competição, realizamos sessões de visualizações. Imagino como eu quero correr e assim eu não fico tão nervosa. Ela me explicou que para o cérebro não existe diferença entre o que a pessoa vivencia na realidade e o que imagina, portanto, se exercitarmos as metas, quando chegar a hora, tudo fluirá”.

Sonhos e inspirações

Créditos: Acervo da Atleta

 

“Contagem regressiva, o mergulho, precisão, velocidade, vitória. Quando eu entro na piscina eu só penso em fazer tudo certo”, destaca Natália, que treina intenso e sonha grande.

Esse é o desafio da atleta que já se imagina competindo com grandes atletas no Mundial dos Esportes Aquáticos de Budapeste.

“Eu acho que vai ser uma experiência muito diferente para mim, afinal, é um mundial. E vou tentar aproveitar bastante, principalmente para fazer muitas amizades também. Nada é fácil, às vezes a caminhada é difícil, mas não existe impossível. O impossível é para as pessoas que não quiseram nem tentar. Temos que ter foco para continuar e tenho muita vontade de ser uma inspiração para outras pessoas”.

 

 

 

 


Programa de Iniciação Esportiva tem inscrições abertas

Sérgio “Escadinha” visita Nosso Clube e fala da trajetória no vôlei brasileiro

segunda-feira, 20 Março, 2017 – 13:45
Foto: Márcio Lino – PMG

Sérgio Dutra Santos, o maior líbero da história do vôlei no Brasil, esteve na última sexta-feira (17), em um amistoso de vôlei adaptado, no Nosso Clube Vila Galvão.

Foto: Márcio Lino – PMG

A atividade, que envolveu atletas com mais de 50 anos das cidades de Guarulhos e Itapecerica da Serra, também reuniu atletas da cidade e muitos fãs do esportista.

A trajetória de sucesso de Escadinha começou em clubes como Palmeiras e Guarulhos, onde contou com o apoio da treinadora Carmem Sílvia de Souza Lima, sua primeira professora na equipe do infanto-juvenil. .

Silvia, Serginho e José Aparecido

“O Sérgio era um garoto da periferia como muitas dificuldades e  foi por meio do esporte que transformou a sua realidade. Por isso, acreditamos ser muito importante a articulação das áreas de educação, cultura e esporte na cidade.  Se atuarmos desde a idade escolar com as crianças com certeza poderemos incentivar e revelar novos ‘Serginhos’ por toda Guarulhos”.

foto: Márcio Lino  – PMG

Sérgio completa que, mais do que técnicos, Silvia e José se tornaram uma grande família para ele.

“A Silvia foi a minha primeira técnica, mas eu diria que foi mais do que isso, uma mãe e uma grande amiga”. Até hoje temos essa relação de mãe e filho.O Zé foi meu técnico logo em seguida, e graças a Deus eu tive essas duas pessoas que me fizeram entender qual era meu caminho vida. Tenho uma gratidão gigantesca por eles e se eu pudesse traria os meus três filhos para serem educados por eles.  O amor que eu tenho por eles é gigantesco!”

Fotos: Márcio Lino – PMG


Projeto Educadança oferece ballet clássico para mais de 700 crianças e jovens

Fotos: Sidnei Barros / PMG

“Perna esquerda, pontinha do pé, pontinha do pé, fechou, plié, voltou”. Teve início na manhã desta segunda-feira (20) o Curso Livre de Ballet
Clássico de Guarulhos. A iniciativa da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte (SECEL) é parte do Projeto Educadança, que oferece aulas para
crianças e jovens entre 5 e 19 anos.
Além de 400 vagas para iniciantes, o projeto acolherá mais 309 alunos remanescentes do curso anterior. As modalidades vão desde o *baby class* (5
e 6 anos), o pré-ballet (7 a 9 anos) até o  9º ano, sendo que a partir do primeiro ano são atendidos alunos a partir dos 10 anos, com experiência em
ballet clássico.

Sonho realizado
De acordo com a professora Bruna Mascarenhas, a expectativa do projeto é odesenvolvimento do ballet clássico para crianças que ainda não tiveram a
oportunidade de vivenciar a arte. “Plantamos sementes para colhê-las no futuro e em toda a cidade. Embora exista disciplina, técnica e didática
para o aprendizado, nosso desejo é mostrar que a prática da dança é prazerosa e eleva a autoestima para que todas possam se sentir bem”, explica.

As alunas da professora Flávia Maria acordaram cedo e estavam ansiosas pelo início das aulas. “Eu comecei a gostar de ballet quando eu tinha 4 anos,
comecei a fazer as aulas e gostei”, conta Eduarda, 7 anos, que também natação. Kelly Regina Alves da Silva, 31 anos, mãe da Marcela,  8
anos, conta satisfeita que, quando soube das aulas de ballet no Adamastor, saiu em busca da realização do sonho de sua filha. “Meu maior desejo é que
minha filha possa aprender mais e mais. Que ela possa crescer, estudar e fazer aquilo que a deixa feliz”, resumiu.

 

Conheça as professoras do Projeto

Legenda

*Bruna Mascarenhas de Rezende Stern: Bailarina a 21 anos e iniciou a formação do Jazz Dance em Guarulhos pormeio da Secretaria de Esportes de 1996 a 2000; no ano de 2001 ingressou na Escola de Dança Rita Camilo, dando continuidade no estudo do Jazz Dance e iniciou a prática de Ballet Clássico de 2001 a 2006. Concluiu a Faculdade em Educação Física Plena no Centro Universitário de São Paulo-UNIFIG (2006). Pós-graduada em Dança e Consciência Corporal pela Faculdades
Metropolitanas Unidas – FMU (2008). É diretora do Studio B – Espaço de Dança em Guarulhos.

Legenda

*Fabiana Mazucante Serra Pinto: Estudou no Teatro Municipal de São Paulo, onde formou-se como bailarinaclássica em 1984. Formação Clássica pela Rose Ballet em 1988. Formou-se em Jazz Dance na Joyce Dance em São Paulo (1990). Concluiu a faculdade de Licenciatura Plena em Educação Física nas Faculdades Integradas deGuarulhos – FIG (1994). Ingressou na Secretaria de Esportes de Guarulhos com um projeto de Dança em 1995 onde atua até hoje.

Legenda

*Flávia Maria Bicudo Medeiros Planas: Estudou no Centro de Artes Pavarini, onde formou-se bailarina clássica em2005. Concluiu a faculdade de Licenciatura em Educação Física no Centro Universitário Metropolitano de São Paulo – UNIFIG (2007). Pós-graduada em Dança e Consciência Corporal nas Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU (2011). Estudou Metodologia Vaganova para professores com Denys Nevidomyy (professor da Escola do Bolshoi Brasil) no Curso Mostra Dança em São Paulo (2015). É diretora do Studio de Dança Flávia Medeiros desde 2012, participando de diversos festivais de dança do país.

 


Lisbela e o Prisioneiro abre programação teatral do fim de semana

Créditos: divulgação

 


Guarulhosweb
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s