ESPN

Pela janela de seu gabinete, Alexandre Zeitune, 45, coprefeito de Guarulhos, como prefere definir o cargo de vice-prefeito, observa feliz o espaço destinado ao Centro Municipal de Educação e Artes (Cemear), na Secretaria de Educação, Esporte, Cultura e Lazer (Secel), que deverá receber diversos projetos culturais que estão espalhados na cidade, como o conservatório, que já está no espaço.

A mudança faz parte de uma reestruturação promovida pelo governo para diminuir gastos e ampliar o alcance dos programas. “Tivemos 170 professores que ficavam rodando por aqui que, agora, estão na sala de aula. Antes, a rede de Educação trabalhava para o palácio [Secel], agora o Palácio trabalha para a rede”, conta.

Além disso, o governo Guti inaugurou um novo movimento nas administrações públicas: a do coprefeito. Segundo Alexandre Zeitune, o tema tem sido objeto de estudo de um mestrado. “Na verdade, vice-prefeito não tem função. Ele é o estepe. Na falta do prefeito, o vice assume todas as atribuições”, explica Zeitune, quando questionado sobre como gostaria de ser chamado. “Guti colocou o coprefeito no centro do debate, consignando uma nova estrutura: a de governo central, onde o prefeito é o que responde por meio de um núcleo que dialoga com ele. Então, coprefeito faz parte das tomadas de decisões, em conselhos e ajudas. Além de cuidar de programas e compromissos de agenda”.

Zeitune é também secretário da Pasta de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, que faz parte do que a nova gestão chama de administração em bloco. “O conceito do governo é: ‘me tragam as melhores informações’. Ele analisa e toma a decisão. É uma plataforma colaborativa”, conta o vice, que avalia os avanços da atual administração, em determinadas pastas, como sendo maiores dos que os de outros governos nos últimos 20 anos. “Por quê? Porque foi concebido nessa modalidade de governo central e os blocos de força”, completa.

Diz que a reestruturação do governo é uma versão beta. Nos próximos meses, agora com as mudanças aprovadas em Lei, a reorganização passará por reajustes, conforme o funcionamento da máquina. “É um rearranjo para que a política pública aconteça efetivamente”.

No caso da união das Pastas, Zeitune justifica que deixá-las separadas é semelhante a pregar no deserto. “Cultura e esporte não tinham verba”, pontua. Como exemplo, ele cita a contratação de 120 arte-educadores, ante 11 no ano passado e a falta de datas disponíveis para os próprios públicos, como Adamastor e o teatro Ponte Alta.

Alguns espaços esportivos do município foram reformados. Zeitune afirma que a intenção é que cada espaço seja referência numa modalidade: handebol ficará concentrado no CEU Cumbica; basquete, no CEU Ottawa e assim por diante. Zeitune não acredita que Guarulhos volte a ser considerada a capital do esporte amador, mas defende que com o apoio da iniciativa privada, a cidade seja referência.

Sobre o Thomeozão, a ideia é revitalizá-lo e fazer as reformas necessárias para enquadrá-lo às exigências para obter o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que também falta em grande parte das escolas públicas de Guarulhos. Além dos problemas já conhecidos, as quatro torres de que o edifício dispõe estavam sendo usadas para estocar materiais de construção e manutenção que, segundo Zeitune, já estão sendo alocadas em outro lugar.

O casarão da rua Sete de Setembro, patrimônio tombado, porém, em estado vergonhoso para o município, está nos planos do coprefeito. O governo já reformou o estacionamento do local para acolher feiras de artesanato. O próximo passo é conversar com a Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico (Aapah), para realizar a tão sonhada restauração do casarão. Segundo Zeitune, o último orçamento feito estava por volta de R$ 1 milhão. Apesar dos muitos esforços que serão necessários, o projeto é viável para a administração municipal.

Contratos duvidosos na Educação

A antiga pasta da Educação, comandada pelo ex-vereador Moacir Souza (PT), vinha sofrendo críticas constantes sobre contratos supostamente duvidosos. Na época, o Click Guarulhos divulgou o alto valor pago ao Instituto Civitas, o que ganhou repercussão na internet e depois veio a ser apresentado pelo próprio Guti, quando vereador, como um possível caso de inquérito da Câmara.

Segundo matéria de 3/09 de 2015, um dos valores recebidos pelo instituto era de R$ 832 mil por mês, correspondedo à preparação, elaboração e sistematização de oficinas de informática aos professores, para capacitá-los a utilizar softwares e hardwares para o desenvolvimento do processo educacional. Utilizavam-se 171 profissionais. A folha, com encargos, chegava a R$ 750 mil. Eram fornecidos kits tecnológicos e rede a 750 salas de aula.

Zeitune informou que o contrato de informática de R$ 15 milhões com o Civitas foi cortado. Essas mesmas aulas são dadas pelo Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda (CIET). Sobre o trabalho de inclusão feito pelo mesmo instituto, o coprefeito disse que o convênio vai até junho, porém, também não será mantido. “Existem ‘n’ problemas que já estão até no Ministério Público”, contou. Os trabalhos de inclusão serão feitos por estagiários de pedagogia e enfermagem.

Outro contrato de valor alto – R$ 4 milhões, ano – cortado pela atual administração foi com uma instituição de ensino de Libras.

Sobre o polêmico caso dos balés, Zeitune disse que o antigo contrato contemplava 400 alunas, sendo pago R$ 1 milhão a cada biênio. Hoje, 700 crianças estão sendo atendidas no Adamastor e no Centro Municipal de Educação e Artes. O objetivo da Pasta é expandir o número para mais 600 crianças através dos CEUs.

Ainda há o contrato das máquinas de café, que custava aos cofres públicos R$ 500 mil. Além desse, Zeitune cortou a contratação de um bufê de R$ 511 mil que estava à disposição da Secretaria, para servir ‘coffee-break’ em reuniões e demais demandas.

Projeto de Lei polêmico

Uma grande polêmica que tramita na Câmara Municipal é o Projeto de Lei 1.176/2017, de autoria do Executivo. Trata de “estabelecer cobrança de preço público pelos custos decorrentes da realização de eventos diversos que acarretem impacto à livre circulação viária”.

A questão está sendo bastante discutida e já foi alvo de protesto dos artistas da cidade. O vereador e ex-secretário de Cultura, Edmilson Souza (PT), protocolou emendas para garantir atividades populares com isenção da cobrança de taxa. A alteração proposta pelo vereador contempla coletivos, grupos culturais, étnicos e religiosos, associações, organizações de atos, mostras, saraus e festividades tradicionais e comemorativas.

Questionado, Zeitune explicou: “Nós pretendemos implementar preço público em tudo, inclusive, nos próprios de educação, cultura, esporte e lazer. Nós vamos cobrar para que o valor vá para os fundos dessas pastas para ser revertido em benefício comum. São os custos de operação de trânsito, estruturais, por exemplo. Operações que não são de interesse da nossa sociedade. Se for interesse privado, empresarial, poderá ser feito, mas com o devido pagamento daquele custeio. Se não for, são questões de interesse social, e nós faremos as intervenções sem os custeios”. O coprefeito disse que tudo será analisado caso por caso.


logo

Guarulhos Hoje 6 e 7-05-2017.2

Guarulhos Hoje 6 e 7-05-2017

Exposição traz cotidiano de pessoas em situação de rua e seus cães

No dia a dia das grandes cidades poucas vezes notamos como se dão as relações das pessoas que vivem à margem da sociedade, em situação de rua. Com uma rotina atribulada, a paisagem caótica muitas vezes também reserva belas amizades, entre humanos e cães.

Com essa perspectiva, em 2012, o fotógrafo Edu Leporo resolveu olhar de perto para essa causa, o que resultou na exposição “Moradores de Rua e Seus Cães”, que entrou em cartaz neste sábado (6), e se estende até o próximo dia 30, no Adamastor Centro. A mostra traz fotografias e 19 grandes histórias.

“Eu sempre via cães de ruas com seus donos e eu queria saber como era a vida deles: como eles se viravam, como viviam, como faziam para comer, dormir, beber etc, assim nasceu a ideia do projeto”, destaca Leporo.
O vernissage de abertura, que acontece neste sábado (6), às 19h, conta ainda com uma palestra, onde o artista pretende destacar o inicio das pesquisas nas ruas, os retratos, as histórias e seu projeto social.
Na ocasião, os interessados poderão adquirir o livro com as fotografias do artista, bem como colaborar com seu projeto social, doando um pacote de ração. O evento é gratuito.

Sobre o artista
Eduardo Leporo estudou fotografia na escola Techimage de fotografia e fez cursos em diversas áreas. Foi com o mestre Lionel Falcon que se mergulhou pelo universo da fotografia pet. Apaixonado pelos bichinhos trabalha com publicidade, retratos, ensaios e também dedica-se a projetos autorais como o “Esta foto é o bicho” e o “Moradores de rua e seus cães”.

Serviço:

Exposição fotográfica Moradores de Rua e Seus Cães
Data: 6 a 30 de maio
Local: Adamastor Centro
Endereço: avenida Monteiro Lobato, nº 734 – Macedo

Para saber mais sobre o fotógrafo acesse: https://eduleporofotografia.wordpress.com/ https://instagram.com/eduleporofotografia/


Teatro Adamastor recebe espetáculo Masha e o Urso

O espetáculo é totalmente interativo, é impossível não mergulhar no universo lúdico dessa turminha adorável, o espetáculo encanta aos adultos também, que junto com as crianças acabam vivendo instantes de magia.

Venha se divertir com a peralta Masha e o atrapalhado Urso, juntos eles se divertem,brincam e vivem inúmeras aventuras, “ Masha não deixa seu amiguinho Urso quieto, nem por um segundo, mas apesar dessa peraltinha leva-lo a loucura, ele ama sua amiguinha e a história mostra como é lindo o poder da amizade.

Masha e o Urso no Teatro, uma história repleta de aventuras, é diversão e emoção garantida pra toda a família.

Masha e o Urso mostra o cotidiano de uma pequena menina travessa que vive em meio a uma floresta, Masha, que constantemente visita seu amigo urso que mora numa casa do bosque e lhe age como uma figura responsável que tem que suportar as travessuras que a menina faz.

Ela é uma pequena menininha de apenas três anos, meiga, dona de uma carisma que só uma criança tem,as ao mesmo tempo muita bagunceira e super peralta e esta sempre armando confusões e enlouquecendo o pobre Urso.
Ela mora numa casa em meio a floresta perto da antiga estação ferroviária da ferrovia Transiberiana e frequentemente, passeia sozinha sempre a brincar com os animais entre eles o seu principal amigo, o Urso que é constantemente visitado por ela em sua casa.

O Urso é sério e calmo já tendo trabalhado em um circo possuindo assim vários prêmios por suas habilidades circenses, ele sabe fazer inúmeros truques de mágica e acrobacia, mas hoje em dia ele sempre busca paz e sossego, mas não consegue porque a maior parte do tempo esta correndo pra lá e pra cá por conta das travessuras de Masha, também fazem parte dessa turminha, os Lobos, a Ursa, o Urso preto,Coelho,Esquila,Ouriço,
Panda, e o Pinguim.

Ficha técnica:

O elenco é formado por atores brasileiros.

O texto é do inglês Adam Saibert.

Figurinos do espanhol Thomaz Alquino

Direção técnica do brasileiro Alonso Thibes

Direção geral é de Victor Zanlorenzi.

Produção Executiva: Hassan Primus

Elenco:

Masha: Giovana Krass
Urso: Rodrigo Chaves
Lobos: Andrea Valença e Regiane Drotta
Cachorro: Camila Arantes
Dasha: Raquel Vaz

Serviço:

Masha e o Urso

Domingo – DIA 07 de maio – Ás 15h

Local: teatro Adamastor em Guarulhos.

Duração: 60 minutos – Classificação Livre

Ingressos disponível no site – bilheteriaexpress.com.br

Preço – Ingresso:

R$ 50 – Inteira – comprando no dia

R$ 45 – Antecipado – comprando até um dia antes

R$ 25 – meia / Tem direito estudantes, professor da rede pública, terceira e criança 02 a 12 anos idade.

PONTOS DE VENDA
Stella Maris Ótica – no interior no Extra do Bosque Maia – das 09 às 20 horas

Stella Maris Ótica – Rua Cavadas 236 – Próximo ao Hospital Stella Maris das 08 às 19 horas

Jopa Car Auto Peças – AV Otavio Braga de Mesquita 2873 – das 08 ás 17: 30
Vendas no Teatro Adamastor no dia 06 de maio das 14 às 19h e no dia 07 Maio das 11 da manhã até o horário da apresentação.


Banda Legião Urbana Cover é atração neste domingo no Teatro Adamastor

Neste próximo domingo (7), às 20h, o Teatro Adamastor recebe um grande tributo a banda Legião Urbana, através do grupo Legião Cover-SP, que trará grandes sucessos da banda que contagiou o Brasil durante a década de 1980.
Consagrada entre os mais fanáticos seguidores de Renato Russo, Dado Villa-lobos e Marcelo Bonfá, e tida por sites de notícias e músicas como a mais autêntica à banda brasiliense, a Legião Cover-SP roda o Brasil com um show emocionante.

Milhares de pessoas já assistiram a turnê “20 anos sem Renato Russo”`, onde a banda apresenta os principais sucessos, sem contar o momento acústico – uma releitura do “Acústico MTV” de 1.992, único DVD oficial da banda ao longo de toda a carreira – com arranjos idênticos, cenário especial e algumas surpresas.

Uma Legião com mais de 20 anos

Com mais de vinte anos de existência, a Legião Cover-SP coloca os fãs diante da própria Legião de Renato e cia, tamanha semelhança vocal, instrumental e figurinos. Vale ressaltar que todos os instrumentos utilizados são de mesmas marcas, modelos e cores aos que a banda brasiliense utilizava no auge de sua carreira.

Em Guarulhos o Show se intitula “ Um Mundo Legião” Legião Urbana Show.
O Evento promete emocionar com a tamanha semelhança com a Banda Original.
Um show imperdível para todas as idades.

Legião Urbana

Renato Russo fez sucesso por ser o fundador e vocalista da banda Legião Urbana, grande sensação na década de 1980. A banda lançou oito álbuns de estúdio, cinco álbuns ao vivo e outros foram lançados postumamente.

O inicio da banda ocorreu em 1982, quando Renato Russo juntou-se a Marcelo Bonfá, Eduardo Paraná (hoje, Kadu Lambach) e Paulo Guimarães (o ‘Paulista’). O primeiro álbum veio somente em 1985, após fechar com a gravadora EMI-Odeon, e logo conseguiram emplacar os primeiros hits como “Será”, “Ainda é Cedo” e “Geração Coca-Cola”.

Com o sucesso, veio a primeira turnê no ano de 1986, e em 1987, saiu o segundo álbum, chamado ‘Que País é Este’, juntamente com a grande música Faroeste Caboclo, uma canção que conta a saga do brasileiro João do Santo Cristo, personagem criado por Renato, e que chegou as telas do cinema, quando a letra foi adaptada para o filme homônimo.
O nome Russo foi adotado em homenagem ao inglês Bertrand Russel e os franceses Jean Jacques Rosseau e Henri Rosseau.

O músico faleceu aos 36 anos, em 1996, no Rio de Janeiro, após complicações causadas pelo vírus da AIDS.

Serviço:

Um Mundo Legião – Legião Urbana Show
Banda Legião Urbana Cover – SP
Show: domingo (7)
Horário: 20h às 21h
Local: Avenida Monteiro Lobato, 734, Macedo.

Ingressos disponível no site – bilheteriaexpress.com.br
Preço – Ingresso:
R$ 50 – Inteira – comprando no dia
R$ 45 – Antecipado – comprando até um dia antes
R$ 25 – meia / Tem direito estudantes, professor da rede pública, terceira e criança 02 a 12 anos idade.

PONTOS DE VENDA

Stella Maris Ótica – no interior no Extra do Bosque Maia – das 09 as 20 horas
Stella Maris Ótica – Rua Cavadas 236 – Próximo ao Hospital Stella Maris das 08 as 19 horas
Jopa Car Auto Peças – AV Otavio Braga de Mesquita 2873 – das 08 ás 17: 30
Vendas no Teatro Adamastor no dia 06 de maio das 14 às 19 hs e no dia 07 Maio das 11 da manhã até o horário da apresentação.

 

 


Ex-servidores de Guarulhos fazem ato pelo pagamento dos seus direitos trabalhistas

Cerca de 100 ex-servidores da Administração Municipal se reuniram na manha desta quinta-feira, dia 4, em frente à Secretaria de Administração e Modernização, na Vila Augusta, em ato de protesto pelo falta de pagamento dos seus direitos trabalhistas, que estão sendo ignorados pelo prefeito Guti (PSB), desde a exoneração, ocorridas no dia 2 de janeiro deste ano. São mais de 1.900 pais e mães de família que sofrem com o descaso da atual administração, que até o momento não pagou sequer um centavo aos demitidos, nem mesmo férias, dias trabalhados e 13º salário.

O advogado da Comissão que representa esses servidores, Marcelo Santos, explicou que a ação foi pacifica, visando chamar a atenção do prefeito e do secretário de Administração, Nilson Gonçalves. “O ato é pacífico, assim como os demais que vem sendo realizados no município, e tem como objetivo chamar a atenção do prefeito Guti, do secretário e da população para o problema gravíssimo desses trabalhadores que serviram ao município por muitos anos e agora passam por necessidades, tendo que viver da caridade de conhecidos e de parentes, quando tem alguém que ajuda, inclusive na questão de alimentos. Nenhum trabalhador deveria passar por isso!”.

Durante a manifestação, os ex-servidores chamaram o secretário para conversar, mas este se negou a descer e também não aceitou falar com a Comissão dos Ex-Funcionários Exonerados da Prefeitura de Guarulhos. Gonçalves é um dos assessores diretos de Guti que mantém o posicionamento do não pagamento das verbas rescisórias. Em reunião, no Paço Municipal, no dia 11 de abril, classificou o movimento como político e deu por encerradas as negociações que tinham sido iniciadas apenas um dia antes.

“O secretário afirma que o prefeito necessita de um amparo jurídico para realizar os pagamentos, mas não aceita tentar uma conciliação, mesmo com a intermediação e chancela do Ministério Público para respaldar tal posicionamento”, segundo informa o advogado Wagner Garcia, da Comissão dos Ex-Funcionários, explicando que, dessa forma, a Prefeitura demonstra que “fala uma coisa e faz outra, ao dizer que quer pagar, mas tem impedimento judicial para fazê-lo, pois quem quer fazer, faz, encontra um meio legal para aliviar o sofrimento dessas cerca de 7 mil pessoas que estão passando por extrema necessidade”.

Wagner Garcia salienta que são 1.900 famílias, portanto, ao multiplicar esse número pelos filhos, mães, esposas, e outros familiares que estão sofrendo junto, chega-se facilmente, às sete mil pessoas que estão sofrendo e passando necessidades por falta desse pagamento que é de direito dos ex-servidores, segundo ele.

Explicação Jurídica

Nesta terça-feira, dia 2 de maio, completou-se quatro meses de uma das primeiras ações do atual administrador do município, Gustavo Guti Costa (PSB), à frente da Prefeitura de Guarulhos, que foi a exoneração de 1.941 funcionários comissionados, o número total que existia na administração e cujos cargos foram considerados inconstitucionais por força de uma decisão do Tribunal de Justiça na ADIN nº 20740201 – 70.2016.8.26.0000.

A inconstitucionalidade da lei de criação dos cargos comissionados não foi aprovada pela Câmara Municipal em dezembro passado. Apesar da mesma ter sido recriada e aprovada desde 2011.

https://www.guarulhoshoje.com.br/2017/05/06/guarulhos-hoje-de-06-e-07052017-edicao-2222/


 Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos

African Fashion Week | III Encontro Empresarial

 


 

1

Evento com palestras ocorre
na Secretaria de Educação

A Organização Internacional do Trabalho adotou, desde 2003, o 28 de abril como Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Para celebrar a data, instituída como forma de reforçar a luta contra esse grave problema, nosso Sindicato realiza todo ano ações que orientam sobre prevenção aos acidentes e defesa dos direitos. Este ano, em razão da greve geral de 28 de abril, o Seminário de Saúde e Segurança foi adiado para 19 de maio.

Organizado pelo Sindicato, em parceria com o Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e Diesat (Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho), o evento terá duas palestras. O local também mudou: será no auditório da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Guarulhos (rua Claudino Barbosa, 313, Macedo), das 8h30 às 12 horas.

Nosso diretor Elenildo Queiroz Santos (Nildo), que coordena o Departamento de Saúde e Segurança do Trabalhador e preside o Diesat, informa que as inscrições podem ser feitas até 17 de maio, das 8h30 às 18 horas, no Sindicato (rua Harry Simonsen, 202, Centro).

Nildo comenta: “A participação é grátis e, como em todos os anos, esperamos a presença de cipeiros, médicos e engenheiros do Trabalho, técnicos em Segurança no Trabalho, metalúrgicos sindicalizados e estudantes. Todos receberão certificado de participação”.

Palestras – A primeira palestra será “A reforma da Previdência Social e a saúde do trabalhador (e outras perdas)”, com o dr. Antônio José de Arruda Rebouças, advogado e assessor sindical especializado em Direito da Seguridade Social e palestrante da OAB/São Paulo.

A segunda, com o tema “O perfil epidemiológico dos acidentes de trabalho fatais no Estado de São Paulo)”, será ministrada pelo dr. César Augusto Patta. Ele é médico da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho e membro da coordenação do curso de especialização em medicina do trabalho na Santa Casa de São Paulo.

Encerramento – Após debate entre todos os presentes, haverá entrega dos certificados e confraternização com um café.


Evento realizado em outubro de 2016 reuniu centenas de pessoas em nossa sede

 


Prefeitura de Guarulhos

 

Guarulhos recebe Virada Cultural Paulista a custo zero

sexta-feira, 5 Maio, 2017 – 16:30

A programação vai envolver equipamentos públicos como os CEUs Pimentas e Paraíso-Alvorada, Teatro Adamastor, Bosque Maia, além do Parque Linear Transguarulhense e do Jardim Tranquilidade.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s